Você está em:   Home     Notícias     Salões de Cultura
Terá início em agosto de 2017 novo espaço aberto para cursos de formação, debate e crítica
28/07/2017

PROJETO SALÕES DE CULTURA

Espaço de formação, debate e crítica

Parceria da República do Livro Ltda com a DCF Associados  e Grupo Rumo Comunicação Inteligente

 

•O Projeto “Salões de Cultura” tem por objetivo o desenvolvimento de atividades culturais no formato de minicursos, workshops e palestras voltados ao grande público de profissionais liberais, professores, estudantes, trabalhadores da indústria e do comércio e demais pessoas interessadas em temas que as levem a ingressar no universo das artes, da filosofia, da literatura, da educação, da economia, do direito, e das demais ciências humanas e exatas. Esta é uma tentativa de apontarmos para um novo Brasil, no qual as atividades em todos os setores se desenvolvam com seriedade, ética e colaboração de esforços. Trata-se de um desafio muito bom que temos que enfrentar juntos, sem deixar ninguém de fora.
•Nossos princípios fundamentais têm como referência a promoção de um espaço de convivência no qual é fundamental o debate livre, sem coerção, independentemente de qualquer conotação político-partidária ou religiosa, pautado no respeito, na diversidade de opiniões, na liberdade de expressão, focado sempre no aprofundamento dos temas abordados com muito cuidado e rigor.
   
•O local será na cidade de São Paulo, na Rua Dr. Nicolau de Sousa Queiros, 159 – Vila Mariana – Estação Paraíso do Metrô.  - Cursos de segunda a sexta, das 19,30 às 21,30 hs.
 
O projeto não se reduz à cidade de São Paulo, mas pretende envolver outras capitais e cidades do interior.
 
 
 
ELENCO DOS CURSOS
 

1) Ética empresarial

Temas abordados: o processo produtivo industrial e seu impacto na sociedade; as relações entre patrões e empregados; as relações dos empregados entre si; o mundo da concorrência; as relações das empresas com a estrutura governamental.

 2) Ética e saúde

Temas abordados: As relações entre o profissional da saúde e os pacientes, levando-se em conta que este encontra-se numa condição de inferioridade quanto ao saber médico; as convicções religiosas do paciente; as situações-limite dos pacientes que se encontram desenganados e a eutanásia; como lidar com os chamados tratamentos alternativos; a relação com os laboratórios farmacêuticos.

3) Ética e educação

Temas abordados:  a relação de desigualdade entre o professor e o aluno; a diversidade de gênero; a relação dos professores entre si, dos professores e alunos, dos alunos entre si, dos professores e alunos com os funcionários, da escola com os pais e responsáveis pelos alunos; o debate sobre a chamada “escola sem partido”; o envolvimento dos pais na escola.

4) Ética e política

Temas abordados: o que é política; o que é o cidadão; o que é representação política; O interesse público e o privado; a relação dos políticos com o mundo empresarial; quais os fundamentos de uma prática democrática numa tradição republicana; o que significa fazer política; a dignidade da política;

5) Ética das relações comerciais

Temas abordados: O que é o comércio; qual a importância das relações comerciais; o que tornou possível o estreitamento das relações entre as pessoas e entre os povos e também motivou guerras; o comércio na divisão social do trabalho. Enquanto alguns cuidavam da agricultura, outros cuidavam da metalurgia e assim por diante, outros precisavam fazer chegar tais mercadorias aos consumidores.

6) O consumidor e seus direitos

Temas abordados: Por que designar os compradores de mercadorias e de serviços de “consumidores”? Como detectar as exigências dos tais “consumidores? A questão do estritamente necessário e do supérfluo nas relações de consumo; os “consumidores compulsivos”. Por que é necessário pautar-se por um direito do consumidor e como é possível fazê-lo valer. O consumidor e a saúde.

7) A opinião pública na era da pós-verdade

Temas abordados: É recorrente ouvirmos que já estamos na era da pós-verdade. Antes se dizia que contra fatos não há argumento, mas parece que isto hoje já perde o seu sentido. O que é a opinião. O que é a opinião pública. A força da opinião pública. O chamado 4º poder da opinião pública. Como podemos entender as expressões “formar a opinião pública”, “formadores da opinião”.

8) A opinião pública e as redes sociais

Temas abordados: As redes sociais podem contribuir para o aprimoramento do julgamento público? Redes sociais e catarse coletiva. É possível pensar uma ética para as redes sociais ou se trata de uma terra de ninguém.

9) Enigmas da política nacional

Temas abordados: A política atual brasileira é caudatária de uma longa tradição de uma maneira equivocada de se fazer política. Quais os ingredientes para pensarmos uma reforma política séria, que afaste de uma vez a relação perniciosa dos representantes do poder público e o interesse empresarial mesquinho, que se apodera impiedosamente das verbas públicas por intermédio de superfaturamentos. O que é fazer política no Brasil? Poderes públicos e partidos políticos. A exclusão do povo das instâncias de decisão. A representação política como coisa das elites.

10) Perspectivas da economia brasileira

Temas abordados: Num cenário altamente recessivo, ainda é possível pensar em crescimento a médio prazo; como pensar na diminuição do desemprego quando sabemos que o processo de automação tende a diminuir a taxa de empregos? Como a solução da questão política pode mudar drasticamente os rumos da economia. Como pensar num processo a médio prazo de inclusão no mundo do trabalho de uma grande mão de obra ociosa.

11) A questão de gênero

Temas abordados: A conquista da cidadania da comunidade LGBT; o combate constante contra a intolerância; comunidade LGBT e as instituições religiosas; as imbricações entre as questões jurídicas e as questões médicas nas cirurgias de mudança de sexo; a comunidade LGBT na constituição de novas relações familiares.

12) Ética e direito

Temas abordados: O que significa fazer justiça no sentido de dar a cada um o que lhe é devido? Quais as exigência da relação entre os advogados e seus clientes; o comportamento dos juízes; Direito e política: o comportamento do supremo tribunal federal no embate político brasileiro

13) Direitos humanos

Temas abordados: Como se formaram os direitos humanos nas Declarações histórias dos direitos. Justiça e direitos humanos; os direitos humanos mais como uma bandeira de reivindicações e lutas políticas do que propriamente uma categoria do direito. O caráter simbólico dos direitos humanos; críticas e defesas dos direitos humanos

14) A questão das cotas no debate nacional

Temas abordados: Qual o sentido das cotas sociais e raciais? As discussões travadas principalmente nos Estados Unidos e na África do Sul. Podem as cotas raciais contribuíram para a inclusão social? Em que sentido as cotas podem ser vistas como incentivo à discriminação?

15) Religião e política

Temas abordados: O que é religião. Como tornar ´possível a convivência pacífica entre adeptos de religiões diferentes? Faz sentido falar num partido de cunho religioso que aspire à representação política?  A intolerância religiosa e a intolerância política.

16) A questão racial no Brasil

Temas abordados: Há racismo no Brasil? Os negros nas universidades públicas e nas particulares. Ausência dos negros em cargos de destaque na política e no mundo empresarial. A população carcerária composta de maioria negra. Os negros e a questão social.

17) A questão feminina

Temas abordados: a violência contra as mulheres é uma prática recorrente na sociedade brasileira. Mesmo com cotas, as mulheres estão ausentes da política. A presença majoritária das mulheres no ensino de primeiro grau. A dupla jornada de trabalho feminino.

18)  As drogas

Temas abordados: Drogas e saúde mental. Políticas públicas de enfrentamento das drogas. O tráfico e o processo de aliciamento de crianças e adolescentes nas escolas. Liberalização ou proibição das drogas.

19) Análise da mídia

Temas abordados: O papel das meios de comunicação, o jornal, o rádio, a televisão e as redes sociais; a liberdade de imprensa; o jornalismo e as empresas de comunicação; os jornalistas e o poder político; os jornalistas e o poder econômico. O que significa dizer que os jornalistas formam a opinião pública. A relação entre os jornalistas e os intelectuais.

20) Elementos para uma reforma política

Temas abordados: O que significa representar?  Quais as relações entre a representação teatral e a representação política? O que pode ser representado e em que condições? Como aproximar o representante do representado? Já que representar é pôr-se no lugar do outro, apresentar-se em seu lugar, pode-se dizer que, sobretudo no plano do exercício da própria vontade, ninguém pode pôr-se no lugar do outro sob pena de aniquilar a sua capacidade de decisão, isto é, do exercício de sua vontade livre.  É generalizada a sensação de que nossos políticos não nos representam, realçada mais ainda pelas suspeitas de corrupção lançadas sobre a maior parte dos nossos parlamentares. Sem uma reforma política profunda, o Brasil jamais sairá do atoleiro em que se encontra.

21 O direito à literatura

Temas abordados: A literatura como necessidade universal experimentada em todas as sociedades, como complemento da vida. A ficção e a realidade. A ficção como componente da nossa maneira de ser. A necessidade do acesso a todos os gêneros literários torna imperiosa a defesa do direito à literatura.  Por isso mesmo, privar a criança e o jovem dos clássicos da literatura universal é privá-los de um bem indispensável à vida. 

22) A questão educacional

Temas abordados: Por que não conseguimos avançar numa reforma profunda do sistema educacional brasileiro? Como é possível conviver com escolas sem professores preparados, sem o mínimo de condições físicas de funcionamento, sem o envolvimento das famílias, com o descaso do poder público e com a indiferença da sociedade? E tudo isso apesar do reconhecimento generalizado de que “educação é a base de tudo”

23) A questão racial

Temas abordados: É possível ainda falar em raças humanas? Ou se trata de um conceito já ultrapassado. O processo discriminatório que separa a humanidade por raças, apesar de muitíssimas tentativas de fundamentação científica, não possui até agora, nenhum fundamento. No entanto, a discriminação racial é patente em todos os segmentos da sociedade brasileira, considerada por muitos como não discriminatória, como cordial etc.

24) A corrupção no poder judiciário

Temas abordados: Fala-se muito ultimamente na corrupção do legislativo e do executivo, mas é preciso tratar também da corrupção do judiciário, das propinas que recebem juízes corruptos, da morosidade dos processos com fins de favorecimento de partes interessadas. É preciso, pois, passar em revista todo o sistema de punição, de encarceramento, a condição dos presídios etc.

25) Godard e o cinema

Tema abordado: “No cinema, as folhas se movem", dizia Méliès, exaltando a força do novo meio no seio das artes visuais às voltas com o efêmero, o fugidio. Há algo dessa consagração do instante na cena de Godard, uma palpitação de vida que logo se dissolve, mas tudo aí marca a diferença, pois a natureza já não é um campo transparente à vista.

26) A experiência do Diretor / Roteirista no Cinema

Tema abordado: Relação e embate das funções criativas de roteiro e direção centradas numa mesma pessoa no campo do cinema. Relato das experiências dos filmes CORPO e SUPER NADA.

27) Experimentação conservadora: Cavação e modernidade em São Paulo, a sinfonia da metrópole (1929).

Tema abordado: O desvio paulistano das sinfonias urbanas do entre guerras fica patente no entusiasmo localista que exige o estilo institucional aprimorado na prática de “cavação” dos cinejornais, com uma fotografia que, tanto do ponto de vista artesanal como artístico, oscila entre composições mais próximas de um espírito art-nouveau e de um olhar classicizante, premonitório da espacialidade art déco. Isto nos leva da vanguarda europeia à estética do capriccio a um só tempo moderno e parnasiano, o que faz jus a fortes aspirações presentes na cidade.

28) O Buñuel Mexicano Tema abordado: Pensar os filmes de Luis Buñuel entre o surrealismo europeu e o fantástico maravilhoso latino-americano do contexto mexicano. O diálogo que Buñuel estabelece com a estética e a narrativa do melodrama do cinema mexicano é um dos desdobramentos desta aproximação.

29) A liberdade política

Temas abordados: após a experiência dos regimes totalitários do século XX e suas consequências, o problema da liberdade dos cidadãos na vida política voltou a ocupar um lugar de destaque no debate contemporâneo; liberdade negativa e liberdade positiva; liberalismo e as liberdades individuais; comunitarismo e o exercício da liberdade.

30) Corpo: natureza e cultura

Temas abordados: Trata-se de levar a cabo reflexões a respeito do corpo humano, o modo como é domesticado e apropriado pelas diferentes culturas, a simbologia que denota e as marcas nele impostas pela natureza. Classes sociais e corpo, estética e beleza corporais, entre outras questões, serão objeto de considerações, fortemente apoiadas por farta iconografia.

31) Raciocínio Lógico

Temas abordados: teoria da argumentação e da teoria dos jogos com a finalidade de desenvolver o senso crítico, a habilidade de pensar de maneira logicamente estruturada e o pensamento estratégico em processos de interação social. Desse modo, examinaremos a aplicação de modelos de racionalidade tanto em contextos teóricos como na vida prática.

 

PROFESSORES PALESTRANTES

Alberto Ribeiro de Barros - FFLCH-USP, Caetano Ernesto Plastino - FFLCH-USP, Cecília Almeida – UnB, Edélcio Gonçalves de Souza - FFLCH-USP, Edson Teles -Unifesp,  Eduardo Brandão - FFLCH-USP, Helena Esser dos Reis – UFG,  Ismail Xavier  ECA-USP,  Jacira de Freitas – Unifesp,  José Raimundo Chiappin - FEA-USP, Manoela Rossinetti Rufinoni – Unifesp, Márcio Suzuki - FFLCH-USP,  Marcos Sacrini Ayres Ferraz - FFLCH-USP, Maria de Fátima Simões Francisco - FEA-USP,  Maurício de Carvalho Ramos - FFLCH-USP, Milton Meira do Nascimento - FFLCH-USP, Natalia Maruyama - PUC Campinas,  Osvaldo Frota Pessoa - FFLCH-USP,  Renato Queiroz - FFLCH-USP,  Rolf Kuntz - FFLCH-USP, Rubens Machado – ECA-USP, Rubens Rewald – ECA-USP, Silvana de Souza Nascimento - FFLCH-USP, Mário Miranda Filho - FFLCH-USP, Silvana de Souza Ramos - FFLCH-USP, Tessa Moura Lacerda - FFLCH-USP,  Vladimir Safatle- FFLCH-USP, Yanet Aguilera – Unifesp.

 

 

Ofertas válidas até o término de nossos estoques para a Internet. Vendas sujeitas à análise e confirmação de dados.
© 2014 - República do Livro, Todos os Direitos Reservados.
atendimento@republicadolivro.com.br